1046

17 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

António Costa prossegue visita aos Estados Unidos
Acelerar ‘cluster’ da cibersegurança em Portugal
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

14.06.2018

FOTOGRAFIA

dr

Acelerar ‘cluster’ da cibersegurança em Portugal

Portugal quer apostar no desenvolvimento de ‘cluster’ da cibersegurança e no fornecimento de serviços das tecnológicas norte-americanas a partir do país para mercados terceiros, avançou o primeiro-ministro em Silicon Valley, Estados Unidos.

 

António Costa falava no final de uma visita à multinacional norte-americana Cisco, que tem em Portugal cerca de 400 trabalhadores entre os centros de Braga e Oeiras.

“A Cisco é um parceiro muito importante na modernização tecnológica de Portugal – e desejamos que continue a ser”, disse o líder do Governo português, nesta visita aos Estados Unidos, realizada no âmbito das comemorações do 10 de junho, Dia de Portugal.

Na ocasião, o líder do Executivo disse esperar que a Cisco “forneça não apenas serviços para Portugal, mas serviços a partir de Portugal para o conjunto do mundo”.

E referiu-se à principal área de atividade desta tecnológica, considerando que o desafio da cibersegurança “é um setor em que o nosso país está a desenvolver um ‘cluster’ importante” no plano europeu.

“Vamos ter a escola na NATO focada na cibersegurança e há outras empresas tecnológicas que estão a instalar em Portugal os seus centros de competências”, vincou, convidando a Cisco para “continuar a investir no nosso país”.

O primeiro-ministro identificou também duas áreas de interesse comum entre a tecnológica e as autoridades portuguesas: “O ‘wifi’ livre, porque ajuda a modernizar o país – e é uma oportunidade de negócio para a empresa”, e a cibersegurança.

“Portugal é hoje um país muito atrativo para a localização de empresas”, declarou, acentuando que “estar do outro lado do Atlântico, no mundo de hoje, já não é uma barreira”.

 

Academia-piloto da Google para formação em Android

Nesta ordem de ideias, o vice-presidente para os assuntos globais da Google, Kent Walker, anunciou, na presença do primeiro-ministro, a instalação em Portugal de uma unidade para formação e desenvolvimento do sistema operativo Android.

Este anúncio foi transmitido no final de uma visita de António Costa à sede desta multinacional tecnológica norte-americana, em Mountain View.

Nesta visita, o governante português salientou que a multinacional Google fez recentemente em Portugal “um investimento muito importante, tendo já criado 500 postos de trabalho”.

“Agora, o anúncio da criação desta academia piloto para o desenvolvimento de aplicações com base na tecnologia Android é extramente importante”, frisou, salientando que a indústria das aplicações “é algo que vale milhões e milhões de dólares ou euros no mercado global”.

De acordo com o primeiro-ministro, a perspetiva de a unidade portuguesa desenvolver estas aplicações Android “é obviamente uma grande notícia” para Portugal, uma vez que esta iniciativa da Google “dará uma grande centralidade ao nosso país como líder no desenvolvimento de tecnologias”, em especial no contexto do mercado europeu.

 

Ligação direta da TAP entre Lisboa e São Francisco

E porque a ligação entre continentes está na ordem do dia, o líder do Governo português indicou que, a partir de 2019, Lisboa será a primeira cidade da Europa do Sul a ter uma ligação aérea direta com São Francisco, na costa oeste dos Estados Unidos, através da TAP.

Costa deixou esta mensagem após uma reunião com responsáveis do Silicon Valley Bank – uma das mais prestigiadas instituições financeiras em capital de risco – num discurso em que procurou salientar a existência em Portugal de um ecossistema favorável à abertura de negócios inovadores na área das tecnologias.

Numa breve intervenção perante uma plateia de especialistas em negócios de 'startups', o líder do Governo falou na existência de paralelismos entre Portugal e o estado da Califórnia.

“Estão ambos em costas oeste, uma do continente europeu, a outra na América do Norte; temos um bom clima; possuímos ambos uma 'Golden Gate' [Ponte 25 de Abril] e elétricos na cidade; somos conhecidos por dispor de bons lugares para a prática do surf; e temos bom tempo na maior parte do ano”, afirmou.

De seguida, deixou uma mensagem política sobre o caráter consensual deste tema no nosso país.

“Esta é uma visão de futuro para Portugal”, disse, convidando os presentes não só para visitarem o país, “mas também para investirem e trabalharem connosco”.

De referir que, no quarto dia da sua visita oficial de uma semana aos Estados Unidos da América, António Costa apadrinhou uma “ponte para a irmandade”.

Em Sausalito, pequena cidade californiana ligada a São Francisco pela ponte 'Golden Gate' e conhecida nos Estados Unidos pelo seu elevado nível de vida, o governante inaugurou a Praça Cascais, em homenagem à cidade portuguesa com esse nome.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019