865

15 Nov 2018

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Lançado troço que vai ligar Évora à fronteira espanhola
"A maior obra de linha ferroviária nova dos últimos 100 anos"
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

05.03.2018

FOTOGRAFIA

DR

"A maior obra de linha ferroviária nova dos últimos 100 anos"

O investimento que o Governo vai fazer na futura ligação ferroviária entre Évora e Elvas é "simbólico do momento que se vive na economia portuguesa", afirmou hoje o primeiro-ministro, na cerimónia do lançamento do concurso para a ligação ferroviária entre estas duas cidades alentejanas e daí para a vizinha Espanha.

 

Falando hoje de manhã na cidade de Elvas, na cerimónia de lançamento do concurso para a ligação ferroviária entre esta cidade fronteiriça e Évora, evento que contou com a presença, entre outras personalidades, do chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, o primeiro-ministro, António Costa, lembrou que este é um investimento só possível "graças ao atual bom desempenho da economia portuguesa", que permite "um reforço do investimento público". 

Garantindo que a obra deverá iniciar-se "até março de 2019" com um custo a rondar os cerca de 509 milhões de euros, sendo que cerca de metade desta verba, como referiu, "terá origem nos fundos europeus", o primeiro-ministro garantiu que esta iniciativa só vai ser possível realizar, como um conjunto de outros investimentos na ferrovia que o Governo já anunciou que irá fazer, porque Portugal está hoje mais bem preparado do ponto de vista económico, depois de "ter virado a página da crise".

Sustentando tratar-se de um troço ferroviário de especial importância, não só porque também vai permitir ligar o porto de Sines à fronteira espanhola e daí à restante Europa, mas, igualmente, como assinalou, porque representa um passo significativo na modernização da ferrovia nacional, sendo por isso "uma obra importante para a Europa e para a Península Ibérica, mas também para Portugal".

Para o primeiro-ministro, "chegou a hora" de apostar no investimento público, reconhecendo que este é o caminho mais acertado para ajudar a consolidar o crescimento económico, que "tem estado assente", como recordou, sobretudo, no "investimento privado e nas exportações", estimando António Costa que haja este ano de 2018 um aumento do investimento público em cerca de 40%, em áreas prioritárias como a saúde, a educação e as infraestruturas.

Segundo o chefe do Governo, são claras as vantagens que o investimento público traz para a economia, designadamente, porque "potencia o crescimento" da economia, "melhora as condições do próprio investimento privado" e ajuda, simultaneamente, a "internacionalizar e a exportar os nossos produtos e serviços".

Esta ligação entre Évora e a fronteira do Caia, em Elvas, terá um custo próximo dos 500 milhões de euros e vai permitir ligar, "especialmente as mercadorias", os dois países ibéricos por comboio.

 

 

 

 

 

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

05.03.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1411
Maio 2018