1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

António Costa assinala 5 de outubro com Arte em São Bento
Comemorar a República de portas abertas aos cidadãos
AUTOR

Partido Socialista

DATA

06.10.2017

FOTOGRAFIA

DR

Comemorar a República de portas abertas aos cidadãos

O primeiro-ministro, António Costa, sublinhou ontem, por ocasião da inauguração da exposição “Arte em São Bento - Serralves 2017”, assinalando simbolicamente o dia da República, a sua satisfação em poder comemorar o 5 de outubro “de forma especial”, com uma iniciativa que traduz “algo que é sempre necessário fazer todos os dias para fortalecer a República: aproximar os centros do poder dos cidadãos”.

 

Através desta iniciativa, afirmou António Costa, a residência oficial de São Bento, “local de trabalho e de representação”, torna-se agora também um espaço de portas abertas aos cidadãos, ganhando uma dimensão acrescida de “representação da criação cultural contemporânea e dos artistas portugueses”.

A exposição “Arte em São Bento - Serralves 2017”, que abriu a iniciativa, é composta por 26 obras da coleção do Museu de Serralves, do Porto, instaladas nas principais salas da residência, esteve aberta ao público durante a tarde de ontem e poderá ser visitada gratuitamente aos domingos.

António Costa agradeceu à curadora da exposição, a diretora do Museu de Serralves, Suzanne Cotter, o “trabalho minucioso” que renovou a arte nas paredes de São Bento, confidenciando, numa nota de boa disposição, que “todos nós, que já trabalhámos esta semana com as obras expostas, estamos muito mais satisfeitos do que estávamos nas semanas anteriores”.

Anunciou depois que, dando sequência a esta mostra inaugural, a residência oficial vai acolher anualmente, “em regime de rotatividade”, exibições de obras de arte contemporânea portuguesa, sempre provenientes de “coleções privadas de fora de Lisboa”, revelando que no próximo ano estarão patentes obras da coleção de António Cachola que está no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, selecionadas “livremente” por um curador.

A comemoração do dia da República estendeu-se depois aos jardins de São Bento, onde os diversos convidados e muitos populares partilharam o concerto da Orquestra Jazz de Matosinhos, agraciada com a Medalha de Mérito Cultural pelo ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes.

Para além de António Costa e de outros membros do Governo, estiveram também presentes nesta sessão comemorativa os presidentes das câmaras municipais de Lisboa, Porto, Matosinhos e Elvas, administradores da Fundação de Serralves e autores das 26 obras expostas na residência de São Bento.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019