1107

12 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Homenagem
Minuto de silêncio pelas vítimas uniu o país
AUTOR

Partido Socialista

DATA

21.06.2017

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

Minuto de silêncio pelas vítimas uniu o país

Portugal prestou hoje uma sentida homenagem em memória das vítimas do trágico incêndio de Pedrógão Grande, respeitando um minuto de silêncio que uniu todo o país.

 

Junto à Câmara Municipal de Pedrógão Grande, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os ministros da Administração Interna e do Planeamento e Infraestruturas, Constança Urbano de Sousa e Pedro Marques, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, autarcas e outros governantes, funcionários camarários, representantes de instituições e populares, assinalaram a homenagem à memória dos portugueses que perderam a vida na tragédia que assolou o concelho.

À mesma hora, na escadaria exterior do Palácio de São Bento, em Lisboa, o primeiro-ministro, António Costa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, deputados de todos os partidos e funcionários do parlamento, respeitaram também um minuto de silêncio pelas vítimas.

 

Sessão evocativa e voto de pesar

A Assembleia da República realizou depois, ao início da tarde, uma Sessão Evocativa em memória das vítimas, de solidariedade com os seus familiares e de agradecimento a todos os combatem o flagelo dos incêndios no terreno, tendo aprovado um voto de pesar subscrito por todos os partidos.

O voto foi lido pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, no início da sessão solene, expressando “a mais profunda solidariedade” às famílias enlutadas e aos esforços “dos Bombeiros, da Proteção Civil, das Forças Armadas e das Forças e Serviços de Segurança, bem como das Autoridades Municipais e da Segurança Social no terreno”.

“Os nossos primeiros pensamentos estão, pois, com as famílias enlutadas, a quem transmitimos, em nome do povo que representamos, a nossa mais profunda solidariedade”, afirma-se no texto.

Os partidos com assento parlamentar e o presidente da Assembleia assinalam ainda o “espírito de missão” e “dedicação à causa pública” de bombeiros e forças se segurança, aos quais exprimem “gratidão”, destacando ainda a “coesão das comunidades nacionais”, exemplo de que “Portugal e os portugueses estão a demonstrar força, generosidade e entreajuda”.

 

Solidariedade nacional

A homenagem à memória das vítimas, a que o Partido Socialista também se associou, estendeu-se ainda aos parlamentos das regiões autónomas dos Açores e da Madeira, que aprovaram votos de pesar e respeitaram igualmente um minuto de silêncio.

O incêndio que deflagrou no sábado à tarde em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, alastrando depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, provocou pelo menos 64 mortos e mais de 150 feridos, tendo consumido já cerca de 26 mil hectares de floresta.

 

AUTOR

Partido Socialista

DATA

21.06.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019