1047

18 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Socialistas conquistam quinta vitória consecutiva nas legislativas regionais
Nova maioria absoluta é reconhecimento da excelência da governação do PS nos Açores
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

17.10.2016

FOTOGRAFIA

DR

Nova maioria absoluta é reconhecimento da excelência da governação do PS nos Açores

Vasco Cordeiro deverá ser de novo nomeado presidente do Governo Regional, na sequência da vitória do Partido Socialista, com maioria absoluta, nas eleições legislativas regionais que ontem tiveram lugar naquela região autónoma, tendo o líder socialista dos Açores atribuído os méritos da vitória ao PS.

 

Congratulando-se com mais uma “grande vitória” do PS em eleições legislativas regionais no Açores, Vasco Cordeiro lembrou que este êxito é tanto mais significativo quanto os socialistas, como salientou, “são os únicos” que mantêm a representação em todas as ilhas, sendo aliás, como também fez questão de sublinhar, “o único partido que tem representação em todas as ilhas com deputados eleitos”.

Um facto tanto mais extraordinário, quanto, ao fim de quatro anos “particularmente desafiantes e exigentes”, o PS consegue, não só “manter uma maioria estável”, que lhe permite “cumprir os objetivos que definiu” perante a população, como renovar a maioria absoluta, o que facilita, como adiantou, que o PS “continue a aplicar as suas propostas, ideias e soluções políticas” na região.

Para Vasco Cordeiro, esta vitória, para lá de significar uma renovada e sustentada adesão do eleitorado às propostas do PS, traduz e atesta também, a “confiança maioritária dos açorianos” na forma como o PS tem governado e exercido o poder na região, com “estabilidade e como garante de governabilidade”.

O agora reeleito presidente do Executivo regional lembrou o percurso difícil dos últimos quatro anos do seu Governo, dando como exemplos a crise no setor do leite, a redução do contingente militar dos Estados Unidos da América na base das lajes, na ilha Terceira, o desemprego ou a saúde, áreas que Vasco Cordeiro considerou que foram obstáculos difíceis e “particularmente sensíveis” que teve de enfrentar na última legislatura, às quais se somaram, como sublinhou, as medidas de austeridades impostas pelo anterior Governo de direita do PSD/CDS, questões que se revelaram, como assinalou, um “teste à sua liderança” e à estabilidade governativa do PS na região.

Os 57 deputados eleitos no passado domingo ao parlamento açoriano e os membros do novo Governo regional só deverão tomar posse no mês de novembro.

 

 

Uma governação de excelência

Conhecidos os resultados finais das eleições legislativas nos Açores, o primeiro-ministro, António Costa, fez questão de salientar que esta quinta vitória consecutiva se deve em primeiro lugar à “excelência da governação” dos socialistas no arquipélago, e à liderança do presidente do Governo regional, Vasco Cordeiro, escusando-se contudo a fazer leituras nacionais da votação.

Falando na sede do partido, no Largo do Rato, em Lisboa, António Costa preferiu abordar o “crescimento económico ímpar” dos Açores registado nos últimos anos, um crescimento, como sublinhou, “dez vezes superior à média nacional”, destacando ainda a aposta nas políticas sociais promovidas na região pelos governos socialistas.

Nas eleições de domingo, o PS conquistou a sua quinta maioria absoluta consecutiva nas legislativas regionais dos Açores, com 46,43% dos votos, elegendo 30 dos 57 deputados à Assembleia Legislativa Regional.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

17.10.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019