1008

25 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Açores
Vinha açoriana tem apoios regionais complementares
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

19.07.2018

FOTOGRAFIA

dr

Vinha açoriana tem apoios regionais complementares

O Governo dos Açores aprovou um apoio complementar regional, até 255 mil euros, aos produtores que no ano passado avançaram com uma candidatura para a manutenção da vinha, orientada para a produção de vinhos.

 

Esta iniciativa do Governo Regional dos Açores visa apoiar todos aqueles agricultores que, em 2017, apresentaram uma candidatura a ajudas para a manutenção das suas vinhas, desde que o seu produto vinícola estivesse orientado para a produção de vinhos com Denomização de Origem (DO) e vinhos com Indicação Geográfica (IG), no âmbito do programa POSEI,

que é um subprograma para a Região Autónoma dos Açores, comparticipado pelo Fundo Europeu Agrícola de Garantia e que se destina a contribuir para compensar os elevados sobrecustos que atingem as fileiras agrícolas numa região fortemente marcada por “handicaps” persistentes e decorrentes da ultraperificidade.

Trata-se, com efeito, de um programa, como sublinha a secretaria Regional da Agricultura e Florestas, que visa aprofundar a diversificação da base produtiva regional e aumentar a produção e a qualidade dos produtos alternativos e favorecer a sua comercialização, apoiar as atividades económicas predominantes, designadamente o leite e a melhoria da produção de carne de bovino, e contribuir para a manutenção da produção interna e para a satisfação dos hábitos de consumo locais.

Segundo esta entidade governamental, numa nota enviada à comunicação social, sem estas ajudas do Governo açoriano, que representam um “esforço significativo para o orçamento regional”, os cerca de 60 produtores, devido a um “rateio muito considerável nesta ajuda do POSEI”, não chegariam a receber qualquer valor, em virtude de “ter sido excedido o limite orçamental disponível para 2017”.

De acordo com o Governo açoriano, este apoio regional que acrescenta ao do programa POSEI constitui “isso mesmo”, mais um “contributo para continuar a estimular o setor da vinha” que, segundo esta nota governamental, “tem tido um grande impacto económico nos Açores e, em particular, na ilha do Pico”.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

19.07.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019