1004

17 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

PS-MADEIRA
PS-MADEIRA REÚNE COMISSÃO REGIONAL
AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.06.2018

FOTOGRAFIA

dr

TÓPICOS

PS-MADEIRA REÚNE COMISSÃO REGIONAL

Reforçar a coesão do partido com vista à construção de uma alternativa para a Madeira. Esta foi a principal ideia que saiu da reunião da Comissão Regional do PS-Madeira realizada ontem, dia 13, em Machico.


“Sobre o Partido Socialista recai um olhar muito responsável, um olhar muito atento, um olhar da construção de uma alternativa na Região Autónoma da Madeira”, afirmou o presidente da Comissão Regional, Bernardo Trindade.

Para isso, acrescentou o dirigente, é “essencial que os órgãos regionais do partido estejam perfeitamente sintonizados com aquela que é a estratégia regional” que resultou do XXII congresso nacional do PS, a qual traduz a vontade de “contruir um projeto alternativo com a sociedade madeirense”, com Paulo Cafôfo como presidente do Governo Regional.

No sentido de concretizar este objetivo, “o PS tem de estar claramente unido em torno desta estratégia”, considerou Bernardo Trindade, salientando que, aliado ao apoio e confiança das estruturas do PS, “é sobretudo com os madeirenses e porto-santenses que queremos no fundo construir o futuro da Madeira. É com este espírito, com esta disponibilidade, com esta competência, que queremos construir um projeto alternativo de autonomia”, afirmou.

Bernardo Trindade referiu-se, também, à I Convenção dos Estados-Gerais do PS-Madeira que tiveram lugar no último fim-de-semana e que “resultaram num envolvimento muito forte da sociedade da Madeira e do Porto Santo” face aos desafios eleitorais que se avizinham para o próximo ano, concretamente, as eleições europeias, as eleições legislativas e as eleições regionais da Madeira.

No âmbito da mesma reunião, a Comissão Regional aprovou o relatório e contas de 2017 e o orçamento para 2018 do PS da Madeira.


Mais e melhores cuidados aos idosos

“É necessário melhorar as condições de apoio e assistência aos idosos”, afirmou a deputada Sofia Canha. A representante do PS na Assembleia Legislativa da Madeira considera que é fundamental dar resposta às necessidades das cerca de 1000 pessoas com mais de 85 anos de idade que vivem sozinhas na Madeira, bem assim, como de outras tantas pessoas idosas que, estando em situações semelhantes, esperam entrar num lar.

É, pois, urgente e fundamental aumentar a oferta da rede social na região da Madeira, nomeadamente, através da construção de lares para idosos. Esta ideia foi também partilhada pelo deputado regional, Victor Freitas.

Por seu lado, Jaime Leandro alertou para o risco de medidas protecionistas no transporte de viaturas da Madeira para o Continente. O deputado do PS-Madeira referiu que o transporte de viaturas no ferry boat, que vai fazer a ligação entre a Madeira e o Continente terá preços diferentes, caso o automóvel seja propriedade do passageiro ou não, o que poderá constituir uma medida protecionista do concessionário da empresa operadora.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.06.2018

TÓPICOS
Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019