1106

11 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Ferrovia
Linha do Norte é a coluna vertebral do sistema ferroviário
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

12.06.2018

FOTOGRAFIA

dr

Linha do Norte é a coluna vertebral do sistema ferroviário

Esta é uma obra “muito importante e, num certo sentido, simbólica”. Foi desta forma que o ministro Pedro Marques classificou a conclusão da primeira fase de modernização do troço ferroviário entre Alfarelos e Pampilhosa, na linha do Norte.

 

Falando aos jornalistas na estação de Alfarelos, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, destacou o que considerou ser um momento simbólico com a conclusão da renovação de via entre Alfarelos e Pampilhosa, na linha do Norte, lembrando que o programa Ferrovia 2020 “começou exatamente com esta obra”, há cerca de dois anos, e que hoje, como acrescentou, “está um pouco por toda a rede ferroviária”.

Depois de relembrar que o programa Ferrovia 2020 tem a “ambição de intervir em mais de metade da rede ferroviária nacional”, Pedro Marques manifestou satisfação pela “conclusão da primeira fase da intervenção” naquele troço de 35 quilómetros em via dupla, com um investimento de cerca de 30,7 milhões de euros, uma obra que, entre outros trabalhos, como acentuou o governante, sofreu uma “renovação integral da superestrutura da via, alteamento das plataformas de embarque em três estações e cinco apeadeiros”, para além da “estabilização de taludes e a colocação de vedações”.

Para o ministro Pedro Marques, trata-se de uma obra de “enorme significado”, não só porque permite aumentar muito a segurança da circulação de comboios, como consente que as composições possam manter a velocidade de circulação no “máximo possível”, naturalmente sem esquecer, como acrescentou, o fator segurança, designadamente com a “supressão de passagens de nível”, sendo este particularmente um ponto determinante de “fiabilidade para as populações que utilizam a rede ferroviária nacional”.

 

Uma prioridade do Governo

No âmbito da modernização da linha ferroviária do Norte, que o ministro Pedro Marques considera ser “a coluna vertebral do sistema ferroviário nacional, e uma das grandes prioridades do Ferrovia 2020”, há ainda a destacar as obras de renovação e de modernização da ferrovia entre Espinho e Gaia, no valor de 49 milhões de euros, uma intervenção que compreende, entre outras medidas, a instalação da sinalização eletrónica e de telecomunicações, obra que se vai juntar à modernização do troço entre Ovar e Espinho, orçada em 52 milhões de euros, cujo início dos trabalhos está previsto começar no segundo semestre de 2019.

Segundo o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, o investimento público na ferrovia, até 2020, orçado em dois mil milhões de euros com comparticipação comunitária, “é uma das grandes prioridades do Governo” liderado pelo primeiro-ministro, António Costa, dando o ministro como exemplo, a este propósito, a construção de cerca de 100 quilómetros de linha nova entre Évora e Elvas, com uma ligação a Espanha, uma obra que o governante considera “absolutamente necessária para servir os portos de Sines, Setúbal e Lisboa”, e que constituirá o “maior investimento do século em Portugal”.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

12.06.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019