1008

25 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Ana Catarina Mendes
António Costa merece continuar a ser primeiro-ministro
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

28.05.2018

FOTOGRAFIA

jorge ferreira

António Costa merece continuar a ser primeiro-ministro

O atual líder do PS é “o melhor herdeiro do legado da nossa história”, afirmou a secretária-geral adjunta, Ana Catarina Mendes, ao dirigir-se aos delegados ao XXII Congresso, realizado na Batalha, recebendo o primeiro de vários prolongados aplausos.

 

“O PS vai apresentar-se aos portugueses com a credibilidade e com a serenidade de ter um líder que é determinado, convicto, de esquerda e que foi capaz de trazer nos últimos dois anos e meio a esperança e a confiança a Portugal”, disse, num discurso no qual enalteceu a história do Partido Socialista, evocando a memória de Mário Soares, António Arnaut e Edmundo Pedro.

A dirigente do PS sublinhou que o nosso partido é “da esquerda democrática, progressista, das liberdades e da defesa radical da democracia” e agradeceu a António Costa e ao ministro das Finanças, Mário Centeno, por Portugal ter as contas públicas em ordem.

De seguida, Ana Catarina Mendes apontou que o Partido conseguiu nas últimas eleições autárquicas o seu melhor resultado de sempre, conquistando 165 câmaras.

Neste ponto, apelou à mobilização de todos os militantes e simpatizantes socialistas para o próximo ciclo eleitoral de 2019.

No caso específico das regionais da Madeira, a secretária-geral adjunta manifestou convicção no primeiro triunfo do PS.

Quanto às europeias, afirmou que será “merecido” se os socialistas portugueses reforçarem a sua representação no Parlamento Europeu.

Já sobre as eleições legislativas, Ana Catarina Mendes considerou a vitória garantida porque, frisou, “António Costa merece continuar a ser o primeiro-ministro de Portuga”.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019