1091

20 Nov 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Comunidades
Plataforma informática para emigrantes portugueses já disponível
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

22.05.2018

FOTOGRAFIA

dr

Plataforma informática para emigrantes portugueses já disponível

A plataforma informática, que compila toda a informação dispersa pelo conjunto dos cerca de 140 municípios que têm gabinetes de apoio ao emigrante, encontra-se acessível ao público, online, desde sexta-feira passada.

 

A apresentação da referida plataforma decorreu em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, durante o IV Encontro Nacional de Gabinetes de Apoio ao Emigrante, que contou com a presença do secretário de Estado das Comunidades.

“Esta plataforma, que ficou concluída ao fim de dois anos de esforço e trabalho, vai permitir integrar todas as estruturas informativas dos gabinetes de apoio ao emigrante dispersas por todo o país, do norte ao sul”, disse José Luís Carneiro, acrescentando que a plataforma vai também possibilitar “uma gestão mais eficiente e mais eficaz entre a procura e a resposta dos serviços aos cidadãos que querem partir ou regressar a Portugal”.

Segundo o governante, a informação de atendimento e acompanhamento ficava estritamente na base local, faltando a integração dessa informação numa base comum “que permitisse trabalhar de uma forma mais sistemática”.

De acordo com o secretário de Estado das Comunidades Locais, o objetivo da plataforma é “dar uma resposta mais célere e mais adequada nos diferentes serviços da administração pública ao conjunto dos cidadãos ou das empresas que recorrem aos gabinetes de apoio”.

Assim, a plataforma informática permite o acesso ao público em geral e acesso reservado aos técnicos dos gabinetes de apoio ao emigrante através do endereço http://gae.mne.pt.

A parte pública tem informação genérica e identificação de todos os gabinetes existentes no país, enquanto a área reservada aos técnicos permite sistematizar todo o tipo de movimentos, o que vai permitir fazer a história da emigração de cada concelho.

AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

22.05.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019