1108

13 Dez 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

DNMS
Elza Pais reafirma compromisso com a igualdade de género
AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.05.2018

FOTOGRAFIA

dr

Elza Pais reafirma compromisso com a igualdade de género

Elza Pais foi reeleita presidente do Departamento Nacional das Mulheres Socialistas (DNMS) com cerca de 90% dos votos.

 

A líder desta estrutura do PS agradece a todas as mulheres socialistas que acreditaram no seu projeto e apela a uma grande mobilização em torno das propostas da moção Igual Poder – Novas Lideranças, que vai levar ao 22º Congresso Nacional do PS, organizada em dois eixos centrais: a paridade nas lideranças políticas e partidárias e políticas de igualdade e não discriminação.
No plano da paridade das lideranças, o DNMS assume como prioridade política a Agenda da Igualdade, lançada pela ONU por um planeta 50/50 em 2030, comprometendo-se a “responder aos desafios que se colocam a uma sociedade que se quer mais igual e mais justa”.
Na continuidade dos avanços das políticas de paridade aprovadas pelo Governo socialista liderado por António Costa, no plano interno, esta moção preconiza também o reforço da voz das mulheres, aumentando a sua capacidade de influência nos processos de decisão e na constituição dos órgãos do partido.
No que respeita às políticas de igualdade e não discriminação, esta moção pretende também acompanhar a nova estratégia da Agenda 2030 da ONU, propondo “medidas de futuro para conquistar novos avanços na igualdade e no combate às discriminações em função do género, da orientação sexual, da etnia e da idade”.
Neste sentido, destacam-se as propostas no âmbito da igualdade no mercado de trabalho, da conciliação entre a vida profissional e familiar, da educação para a cidadania e de combate a qualquer tipo de discriminação e de violência de género, através de uma ampla participação e mobilização de toda a sociedade.
O impacto do processo de revolução tecnológica que estamos a viver, com implicações na economia, no mercado de trabalho e na organização social, é também uma das preocupações desta moção. Neste processo de mudança, a Agenda Digital preconiza a necessidade de “políticas para fazer a transição e criar uma mão-de-obra com competências para o futuro, através da educação e do conhecimento, da capacitação, de políticas de formação ao longo da vida que possam incluir todas as gerações no mercado de trabalho”.
Elza Pais reafirma o compromisso político e cívico da sua candidatura para "envolver mulheres e homens, em conjunto, na construção de um projeto de renovação e modernização que promova equilíbrios de género e de poder nos vários domínios da cidadania e ação política”

AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.05.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019