1050

23 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Modernização da Economia
Transformar Portugal através do conhecimento
AUTOR

Catarina Correia

DATA

22.03.2018

FOTOGRAFIA

jorge ferreira

Transformar Portugal através do conhecimento

“Se é verdade que Portugal foi o campeão na divergência económica em relação à Europa, também deve ser dito que esse ciclo negativo foi invertido em 2017, com um crescimento económico robusto, o mais elevado do século e superior à média da União Europeia”, sublinhou hoje o deputado Carlos Pereira, durante o debate marcado pelo PS sobre a modernização da economia através da inovação e da ciência.

A mudança estrutural na economia, levada a cabo pelo Governo socialista, “começou com a implementação de uma melhor distribuição de rendimentos, não apenas com a devolução do que tinha sido retirado aos portugueses, mas também com melhorias no salário mínimo, com passos certos na estabilidade fiscal e no controle das contas públicas”, explicou Carlos Pereira.

O vice-presidente da bancada parlamentar do PS lembrou as más estatísticas durante a governação PSD/CDS, quando “os eventuais aumentos de produtividade” eram o “produto do aumento do desemprego, que cresceu a um ritmo superior ao crescimento económico”. “Recusamos esse caminho”, asseverou.

Carlos Pereira congratulou-se com a aposta do atual Executivo nas exportações, explicando que o Governo está a “colocar o conhecimento produzido pelo país fora – pela geração mais bem qualificada de sempre em Portugal – ao dispor do marcado, ao alcance das empresas”. Nada do que está a ser feito é algo de novo, já que o Governo “arrumou e deu corpo, estímulo e incentivo ao sistema de ciência e tecnologia em Portugal”, apontou.

Governo criou programas que apostam na inovação e conhecimento

Carlos Pereira lembrou que, recentemente, a direção da COTEC alertou que “empresas mais inovadoras exportam seis vezes mais, têm lucros oito vezes maiores, registam ganhos de produtividade por trabalhador 50% acima da média, criam quatro vezes mais emprego e pagam salários 60% mais elevados”. Ora, “é este o ecossistema que estamos a criar em Portugal”, garantiu.

O deputado socialista deu o exemplo de um programa criado pelo Governo, o Interface, que já deu resultados “muito visíveis”. “É o principal motor da mudança estrutural e tem por objetivo explorar a capacidade científica e tecnológica gerada nos últimos anos em Portugal e valorizar os recursos humanos altamente qualificados”, disse.

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019