1003

14 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Parlamento Europeu
Liliana Rodrigues nomeada para relatório direitos humanos e democracia

Liliana Rodrigues nomeada para relatório direitos humanos e democracia

A eurodeputada Liliana Rodrigues foi nomeada pelo grupo socialista europeu para acompanhar o Relatório Anual sobre os Direitos Humanos e a Democracia no Mundo em 2017 e a política da União Europeia nesta matéria, foi ontem revelado.

 

Esta é a quinta vez que a deputada socialista terá a tarefa de acompanhar o documento anual da Comissão dos Direitos Humanos do Parlamento Europeu, que tem por objetivo apresentar medidas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e promover a democracia no mundo.

A discriminação com base no género, o acesso a bens essenciais, a educação, a vulnerabilidade das populações em caso de conflito armado, o respeito pelo Estado de Direito e a liberdade de expressão são algumas das áreas identificadas como prioritárias no relatório.

Liliana Rodrigues manifestou particular preocupação com o estado dos direitos humanos e os conflitos vividos no Médio Oriente, que continuam a fustigar milhões de pessoas, “privando-as do acesso a alimentos, do acesso a cuidados de saúde e a bens essenciais e, em demasiados casos, privando-as também da liberdade”.

A parlamentar socialista acrescentou que “não podemos cair na ilusão de que estas violações dos direitos humanos apenas acontecem longe do nosso olhar”, chamando também a atenção para o debate que ocorreu na última sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, em torno das recentes mortes de Martina Kusnírová e de Ján Kuciak, o jornalista eslovaco que denunciava casos de fraude.

“Proteger a imprensa e o seu dever de informar as pessoas é defender a liberdade de expressão e o bom funcionamento da democracia e, neste caso particular, isso não aconteceu num Estado-membro da União Europeia”, sublinhou.

Também na última quarta-feira, desta feita no âmbito da Comissão de Cultura e Educação, Liliana Rodrigues foi igualmente incumbida de representar o grupo socialista europeu no relatório que pretende estabelecer normas mínimas para as minorias na União Europeia.

A pobreza e a exclusão social, a participação no mercado de trabalho, o acesso à educação e os riscos de discriminação são alguns dos problemas já identificados pela União Europeia e que serão trabalhados neste relatório.

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019