1066

15 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Tóquio 2020
Governo disponibiliza mais de 25 milhões para os programas olímpico e paralímpico
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

13.03.2018

FOTOGRAFIA

dr

Governo disponibiliza mais de 25 milhões para os programas olímpico e paralímpico

O ministro da Educação foi ontem, na companhia do primeiro-ministro, ao Centro de Alto Rendimento do Complexo Desportivo do Jamor, em Oeiras, afirmar que o Governo fez um “esforço sério de convergência” na preparação dos programas olímpicos e paralímpicos para Tóquio 2020.

 

O ministro, Tiago Brandão Rodrigues, que tutela o desporto, mostrou-se ontem bastante satisfeito com o resultado do trabalho desenvolvido pelo Governo na preparação dos programas olímpicos e paralímpicos de Portugal, tendo em vista os Jogos Olímpicos e Paralímpicos que terão lugar em 2020, na capital japonesa, referindo na ocasião o reforço significativo de meios financeiros face aos aplicados em 2016 para as olimpíadas do Rio de Janeiro.

Com efeito, e tal como referiu o titular da pasta da Educação, os programas para os Jogos Olímpicos de Tóquio, preveem 18,5 milhões de euros para a preparação olímpica, “mais dois milhões do que no Rio de Janeiro”, e 6,9 milhões de euros para os paralímpicos, em contraste, como salientou, com os “3,8 milhões de euros” utilizados no evento de 2016, num total de 25,4 milhões de euros.

Também para os comités, como garantiu Tiago Brandão Rodrigues, haverá “mais recursos”, aumentando-se o apoio, quer às federações, quer aos atletas, não deixando ainda de se olhar também “de forma atenta” para os treinadores que beneficiarão, como garantiu, de um importante “reforço nas suas bolsas”, assim como “todos aqueles que são docentes no sistema de ensino em Portugal, com uma redução significativa na componente letiva”.

O ministro, depois de referir a importância do desporto na formação da personalidade, classificando-o como “potente motor de inclusão e de coesão sociais”, sublinhou que o objetivo do Governo é poder “trazer cada vez mais e cada vez mais cedo” os valores e as práticas do desporto para as crianças, procurando dotar as escolas, como assinalou, com os “saberes, os meios e as experiências necessárias para que consigamos, entre todos, uma forte cultura desportiva”.

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019