1027

22 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Igualdade e Paridade
As mulheres podem contar com o PS
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

09.03.2018

FOTOGRAFIA

Jorge Ferreira

As mulheres podem contar com o PS

Para saudar o Dia Internacional da Mulher, a Assembleia da República aprovou, por unanimidade, um voto apresentado pela subcomissão para a Igualdade e Não Discriminação, após um debate em que todas as intervenções foram feitas por mulheres.

 

Comum a todos os discursos foi a ideai de que a igualdade entre homens e mulheres está ainda por cumprir.

Neste sentido, a deputada Edite Estrela refletiu sobre o caráter ainda oportuno desta efeméride, defendendo eu a sua manutenção estará justificada "enquanto houver disparidades salariais", enquanto as mulheres não puderem conciliar vida profissional e laboral e/ou embatam contra um "teto de vidro" que as impede de acederem ao poder e à tomada de decisão, não obstante representarem 60% dos licenciados e doutorados.

"Justifica-se enquanto houver mulheres vítimas de violência e assassinadas pelo facto de serem mulheres", disse a parlamentar socialista, reconhecendo que, muito embora haja registo de avanços nesta matéria, "também tem havido recuos".

Edite Estrela felicitou o Governo socialista liderado por António Costa pelos "importantes passos que tem dado de que as propostas aprovadas em Conselho de Ministros são um bom exemplo".

Citando o atual secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, a deputada reafirmou a ideia de que "a igualdade de género é uma questão de direitos humanos, não é um favor às mulheres".

A terminar, deixou uma saudação para todas as mulheres, pedindo-lhes que não desistam de lutar por uma sociedade mais justa, um apelo que, vincou, fez "extensivo aos homens".

"As mulheres não estão sozinhas. Podem contar com o PS", concluiu.

 

Voto de saudação com unanimidade

Nesta sessão do hemiciclo de São Bento, a simbólica data 8 março, de incontornável significado e relevância histórica, nascida e inspirada na coragem emancipadora e no sacrifício das mulheres operárias no início do século XX, foi saudada.

No voto de saudação subscrito pelos deputados socialistas Elza Pais,Isabel Moreira, Susana Amador, Carla Sousa e Edite Estrela, reafirma-se o compromisso de ação na luta pelos direitos das mulheres e por uma sociedade mais igual, mais justa e decente.

"É esse o trilho democrático e progressista de Carolina Beatriz Ângelo, Maria Lamas, Maria de Lurdes Pintassilgo, Natália Correia e Maria Barroso", refere o texto que obteve o consenso de toda a Assembleia.

 

 

 

 

AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

09.03.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019