1006

19 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Vasco Cordeiro
Economia dos Açores com dinâmica transversal de crescimento

Economia dos Açores com dinâmica transversal de crescimento

A dinâmica da economia açoriana, "vai muito para além" do turismo, sendo hoje transversal a "vários setores de atividade", uma realidade que pode ser aferida, segundo o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, pelos mais de 815 projetos de investimento privado apresentados nos últimos três anos.

 

Falando na ilha São Miguel, no concelho da Ribeira Grande, na inauguração de uma nova fábrica ligada à promoção de energias renováveis, o líder do Governo autonómico dos Açores, Vasco Cordeiro, afirmou que a dinâmica que hoje se verifica na economia regional, não resulta apenas do crescimento exponencial do turismo, mas igualmente do forte contributo que os restantes sectores têm igualmente dado à economia.

A este propósito, o líder do Governo regional açoriano, apontou o exemplo do "significativo aumento" que se tem vindo a verificar com o crescimento de novos projetos de investimento privado na Região, projetos que são, como salientou, "candidatos ao sistema de incentivos Competir +", recordando a este propósito, que em "apenas três anos decorridos sobre o início do funcionamento do programa Competir+", foram apresentados cerca de 815 projetos e cerca de 346 milhões de euros de investimento privado submetidos a este sistema de incentivos.

Garantindo que hoje "há um desenvolvimento claro e inequívoco" da economia dos Açores, com todos os dados a apontarem, como referiu, para um crescimento superior a 2%, Vasco Cordeiro sustenta que este incremento é o "retrato da pujança" que "distingue pela positiva" o atual bom momento da economia regional, sendo que um dos elementos satisfatórios, como salientou o líder do Governo Regional, é-nos dado pela taxa de desemprego, que hoje está em "metade do que estava há três anos".

O presidente do Governo Regional dos Açores destacou ainda que esta dinâmica resulta também do crescimento das exportações, que apontam para "valores superiores a 8%", com as importações a "diminuírem cerca de 9%", um trajeto que Vasco Cordeiro garante que o Governo que lidera "quer reforçar", assumindo a Região a responsabilidade, como realçou, de "transformar, de inovar e de reformar", como ainda recentemente foi anunciado em relação ao setor público empresarial regional, "tomando as medidas que se adequem à ação do Governo e à nova conjuntura que se vive nos Açores".

 

 

 

 

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019