1047

18 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

GPPS
Carlos César considera “repetível” acordo de Governo à esquerda
AUTOR

Catarina Correia

DATA

22.02.2018

FOTOGRAFIA

jorge ferreira

Carlos César considera “repetível” acordo de Governo à esquerda

O líder parlamentar do PS defendeu hoje, no final da reunião semanal da bancada socialista, que o objetivo do partido é ganhar eleições com maioria absoluta, embora um acordo à esquerda, com PCP, BE e PEV, seja “repetível” no futuro. “Sentimo-nos bem neste percurso. Se nos sentimos bem, achamos que ele é repetível. Sobretudo se os parceiros também o entenderem”, afirmou.

 

Segundo Carlos César, o otimismo do Governo com o apoio da esquerda é justificado “pela experiência nesta legislatura” e pelos “resultados obtidos nos últimos dois anos”. “Os benefícios que trouxemos ao país durante os mais de dois anos em que esta legislatura já dura justificam um otimismo em relação à avaliação que se fará no futuro”, garantiu.

O Partido Socialista, “como qualquer partido”, tem “a ambição de ter uma maioria absoluta”, mas não deve desprezar o diálogo, ressalvou.

O presidente do PS explicou, em declarações aos jornalistas, que os socialistas nunca esconderam que são diferentes do PCP, do BE e do PEV e insistiu no valor do diálogo para “obter bons resultados num projeto governativo que respeita a independência dos partidos”, com um resultado “benéfico para o país”.

PSD não é um aliado

Carlos César referiu-se ainda à eleição de Rui Rio para presidente do PSD, defendendo que o PS encontrou um interlocutor, mas não um aliado, uma vez que “os aliados são os que temos”, ou seja, os partidos da esquerda.

No entanto, o líder parlamentar do PS saudou o regresso do PSD “à mesa do diálogo”, abandonando a estratégia da anterior liderança de Pedro Passos Coelho de comprometer o diálogo com o Presidente da República ou de apenas falar com o CDS-PP no Parlamento.

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019