1044

13 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Incêndios
PS congratula-se com “gigantesco processo de recuperação”
AUTOR

Catarina Correia

DATA

25.01.2018

FOTOGRAFIA

jorge ferreira

PS congratula-se com “gigantesco processo de recuperação”

O deputado Pedro Coimbra lembrou hoje, no Parlamento, a visita que o Grupo Parlamentar do Partido Socialista fez durante as Jornadas Parlamentares aos distritos de Coimbra, Leiria e Viseu, atingidos pela calamidade dos incêndios do ano passado, considerando que foram feitas com o intuito de “defesa intransigente das populações, das empresas e do território”.

 

O socialista assinalou o “muito que já foi feito”, como por exemplo milhares de atendimentos de proximidade; apoios a famílias com carência económica em casos de primeira necessidade; diligências múltiplas de preparação e adequação de infraestruturas públicas nas áreas afetadas; cinco milhões de euros de compensações pagas relativas a 27 vítimas mortais; cerca de 300 casas já reabilitadas; e perto de 27 milhões de euros atribuídos a empresas, tendo em vista o restabelecimento da atividade económica.

Por isso, o partido pode afirmar que “está a decorrer no país um gigantesco processo de recuperação”, defendeu.

“Estou certo que daqui resultará mais coesão social, mais desenvolvimento e mais competitividade”, sustentou o deputado do PS, alertando também que “um mau contributo será fazer dos incêndios uma arma de arremesso político, sem respeito por quem sofre, causando bloqueios, ruídos de fundo e dificuldades”.

 

Descentralização é fundamental para a reforma do Estado

“A finalizar as Jornadas Parlamentares do Partido Socialista debatemos um outro tema que consideramos da maior relevância: a descentralização”, apontou.

Pedro Coimbra sublinhou que “o Governo tem sido muito claro”, inserindo a descentralização no seu programa. “Cabe agora aos restantes partidos políticos acompanharem o Partido Socialista e reformularem a bem dos portugueses e a bem de Portugal”, avisou.

“A reforma da descentralização é, inequivocamente, um aspeto fundamental da reforma do Estado”, asseverou o deputado do PS.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019