1047

18 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Educação
Tiago Brandão Rodrigues destaca reforço do sector no arranque do segundo período
AUTOR

Partido Socialista

DATA

03.01.2018

FOTOGRAFIA

dr

Tiago Brandão Rodrigues destaca reforço do sector no arranque do segundo período

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, visitou esta quarta-feira a Escola Básica dos Redondos, em Fernão Ferro, no Seixal, assinalando o arranque do segundo período do presente ano letivo, aproveitando a ocasião para reafirmar o esforço desenvolvido pelo Executivo para reforçar o orçamento do sector educativo.

 

“Vim aqui para vos desejar um bom ano e para vos dar um abraço enorme, a vocês e a todos os meninos do país”, salientou, depois de assistir a um espetáculo feito pelos alunos e de uma visita pela escola, durante a qual conversou com crianças de uma das salas do pré-escolar e com alunos de uma das turmas do 1º ano.

 

Mais auxiliares nas escolas

No final da visita, Tiago Brandão Rodrigues fez questão de recordar o reforço que o atual Governo dedicou ao número de funcionários não docentes nas escolas, “uma reivindicação antiga à qual nós demos resposta”, adiantando que no próximo ano letivo cada sala do ensino pré-escolar terá um auxiliar.

Assinalando a renovação dos contratos de três mil auxiliares operacionais, a quem foi dada a hipótese de converter a sua situação laboral precária em contratos a termo, o ministro referiu ainda que já estão nas escolas 550 novos funcionários e que, em breve, irão chegar outros 1.500, “que darão resposta a esse vazio de resposta de quatro anos da anterior tutela”.

Com estes novos assistentes operacionais será possível, já no próximo ano letivo, ter um auxiliar em cada sala de pré-escolar, sublinhou Tiago Brandão Rodrigues, esclarecendo que “até aqui havia um assistente para cada 40 alunos”.

 

Reforço das verbas para a educação

O titular da pasta educativa rejeitou também a existência de atrasos nas transferências de verbas, lembrando, por outro lado, que os diretores dos estabelecimentos de ensino têm ao seu dispor o instrumento de poder solicitar verbas adicionais que considerem necessárias.

“O financiamento tem chegado às escolas. Obviamente que se faz por estimativa, mas temos articulado com as direções das escolas para que essa estimativa possa ser reforçada”, garantiu, sublinhando ser “importante que todas as escolas estejam dotadas de todas as condições para que todas as atividades letivas e desportivas possam acontecer normalmente”.

Tiago Brandão Rodrigues lembrou ainda a redução de verbas para a Educação nos Orçamentos do Estado do anterior Governo PSD/CDS e a inversão dessa política desde que o atual Governo tomou posse.

“Nós, no Governo e no ministério da Educação, temos feito um esforço de reforço”, assinalou, apontando a um reforço de “mais 500 milhões de euros nos últimos três anos” no Orçamento para a Educação.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

03.01.2018

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019