1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Eleição de Centeno
S&D saúda vitória sobre “cegueira da austeridade”
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

05.12.2017

FOTOGRAFIA

dr

S&D saúda vitória sobre “cegueira da austeridade”

A eleição para a presidência do Eurogrupo do português Mário Centeno “é uma vitória” dos que “lutam contra a cegueira da austeridade”, sustentou o italiano Gianni Pittella, líder do grupo dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu.

 

Para o líder do grupo dos Socialistas e Democratas (S&D) no Parlamento Europeu (PE), Gianni Pittella, a escolha do ministro das Finanças de Portugal, Mário Centeno, para liderar o Eurogrupo, já a partir do próximo dia 13 de janeiro de 2018, num mandato de dois anos e meio, até meados de 2020, representa para uma “grande vitória” para todos os europeus que têm vindo a “lutar contra a cegueira das políticas de austeridade”.

Trata-se, segundo o dirigente italiano, não só de uma vitória que perspetiva um “melhor futuro para a Europa”, mas igualmente, como referiu, um enorme benefício para todos os que, durante anos, andaram a lutar para “nos livrar da cegueira da austeridade”, reconhecendo que o grande mérito de Mário Centeno foi ter conseguido, desde logo, aplicar uma política económica credível em Portugal, recuperando as finanças públicas e “retomando o caminho do crescimento”.

Estamos finalmente, acrescentou ainda o líder do grupo dos Socialistas e Democratas no Parlamento Europeu, a “ultrapassar a era da austeridade cega e estúpida”, lembrando que o político português apresentou-se à eleição para a presidência do Eurogrupo como candidato oficial do PSE, do qual o S&D é o “braço parlamentar”. 

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

05.12.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019