1044

13 Set 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Agência do Medicamento
Candidatura à EMA confirmou Porto como grande cidade europeia
AUTOR

Partido Socialista

DATA

21.11.2017

FOTOGRAFIA

dr

Candidatura à EMA confirmou Porto como grande cidade europeia

O primeiro-ministro, António Costa, considerou ontem que a candidatura do Porto a sediar a Agência Europeia do Medicamento (EMA), apesar de não ter sido escolhida, confirmou o “extraordinário potencial” de uma “grande cidade europeia”.

 

“Deixo ao Rui Moreira [presidente da autarquia] e ao Porto uma mensagem de parabéns pela candidatura à EMA, claramente das melhores. O resultado confirma o Porto como uma grande cidade europeia e o seu extraordinário potencial. Continuaremos a trabalhar”, referiu, em mensagem, o primeiro-ministro.

Na votação para a sede da EMA, o Porto foi a sétima cidade mais votada entre 16 candidatas, acabando por não conseguir figurar entre as três que passaram a uma segunda volta, que determinaria a escolha de Amsterdão.

 

Uma marca para o futuro

Também Manuel Pizarro, vereador socialista na Câmara Municipal do Porto, valorizou uma candidatura que prestigiou a cidade e que deixa “uma marca para o futuro”, colocando o Porto no roteiro de futuras propostas.

Para o também líder distrital do PS, “esta campanha pelo Porto, que foi desenvolvida pelo estado português à escala europeia vai deixar uma marca para o futuro”, assinalando que “de agora em diante nunca mais poderá ser ignorada a possibilidade de instalar uma grande instituição internacional” na cidade.

“As três cidades mais votadas – Milão, Copenhaga e Amesterdão – são três grandes cidades europeias. E portanto o Porto não se pode sentir diminuído por ter ficado atrás de cidades desta dimensão e com este valor histórico”, destacou ainda Manuel Pizarro.

“Só o facto de termos afirmado a nossa candidatura contribuiu em muito para o prestígio da cidade no plano europeu e internacional e isso é um resultado que ficará a crédito para o futuro”, considerou.

 

AUTOR

Partido Socialista

DATA

21.11.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019