1091

20 Nov 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Infraestruturas
Investimento na ferrovia vai triplicar
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

30.10.2017

FOTOGRAFIA

DR

Investimento na ferrovia vai triplicar

O investimento nas infraestruturas ferroviárias vai triplicar em 2018, anunciou o ministro Pedro Marques, durante uma visita que efetuou às obras de modernização da Linha da Beira Alta, garantindo que o investimento ferroviário de “grande escala” está de “regresso ao país”.

 

Portugal tem de recuperar os anos pedidos e começar a olhar de novo para a modernização das suas infraestruturas ferroviárias. Esta a ideia deixada na Mealhada pelo ministro do Planeamento e Infraestruturas, no passado fim-de-semana, numa visita que efetuou às obras de requalificação da Linha da Beira Alta, no dia em que se comemoravam 161 anos sobre a entrada em funcionamento do caminho-de-ferro em Portugal.

Para que esta vontade se torne uma realidade, o ministro Pedro Marques garantiu que o Governo vai investir já em 2018, cerca de 270 milhões de euros na ferrovia, triplicando assim o investimento no sector face a 2017, salientando que este esforço financeiro se integra no plano, “já em andamento e desenvolvido pelo atual Governo”, de requalificação da Rede Ferroviária Nacional (Ferrovia 2020).

Segundo o governante esta iniciativa conta com um orçamento de dois mil milhões de euros, “suportado em dois terços por fundos comunitários”, realçando Pedro Marques que o Governo tem a ambição, já anteriormente assumida e anunciada, de “acelerar o investimento na ferrovia” de forma significativa já em 2018, perspetivando manter uma “rota de crescimento nos anos seguintes”.

Lembrando que “há muito tempo que não havia um investimento desta dimensão na ferrovia”, o ministro Pedro Marques, foi mais longe e anunciou que para além da urgente “requalificação da rede ferroviária nacional”, há ainda a novidade da criação de “novas linhas”, destacando a propósito, a futura ligação Évora-Elvas, com um investimento calculado em cerca de 400 milhões de euros, assumindo o governante que haverá ainda “um investimento específico” de 126,5 milhões de euros na “manutenção e reabilitação de 2600 quilómetros da rede ferroviária nos próximos cinco anos”.

 

Linha da Beira Alta

Estas algumas das declarações que o ministro Pedro Marques proferiu na sua deslocação ao terreno para observar as obras de modernização na linha da Beira Alta, que deverão arrancar em pleno e de forma total já em 2019, como garantiu, o que ocorrerá logo após a “conclusão das obras de modernização da Linha da Beira Baixa”, empreitada que está orçada em perto de 700 milhões de euros”.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019