1003

14 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Educação e habitação
JS saúda boa proposta de Orçamento do Estado
AUTOR

Partido Socialista

DATA

25.10.2017

FOTOGRAFIA

jorge ferreira

JS saúda boa proposta de Orçamento do Estado

A Juventude Socialista (JS) considera que a proposta de Orçamento do Estado para 2018 é mais um passo decisivo no caminho que o atual Governo tem seguido, de repor justiça na vida dos jovens, dos trabalhadores e dos reformados e de continuar a trajetória de recuperação dos seus rendimentos e das suas condições de vida.

 

A estrutura que representa os jovens socialistas portugueses sublinha também que este documento honra os compromissos assumidos entre os parceiros da atual maioria parlamentar, rompendo progressivamente com as políticas socialmente ruinosas do anterior executivo PSD/CDS.

Além disso, a JS considera que este é um Orçamento que valoriza os jovens e apoia os estudantes e as suas famílias.

“Uma das questões que a Juventude Socialista tem vindo a colocar na ordem do dia é a necessidade de diminuir os custos para quem estuda no ensino superior. Esta proposta de Orçamento do Estado responde, desde logo, de forma positiva a essa preocupação, incorporando a reivindicação da JS de incluir as rendas de estudantes deslocados nas deduções de IRS”, salienta o Secretário-geral da organização, Ivan Gonçalves.

O jovem deputado socialista defende, contudo, que esta proposta é um ponto de partida para a discussão em especialidade, garantindo que a JS lutará pela sua melhoria, desde logo em três aspetos:

“Propomos o aprofundamento dos descontos para estudantes nos passes sociais, a necessidade de diminuir os valores que os estudantes portugueses pagam pelas propinas no nosso país, num caminho para um sistema em que estas sejam eliminadas, e o estabelecimento de um teto máximo no valor da propina do segundo e terceiro ciclo do ensino superior, de forma a reduzir os custos de frequência para os jovens estudantes e suas famílias”, elencou.

O líder dos jovens socialistas defendeu, também, “o reforço dos apoios para jovens na área da habitação, através, por exemplo, do reforço de verbas do programa Porta 65”.

Da proposta orçamental para o próximo ano, a JS destaca ainda, como medidas positivas, o aumento da progressividade do IRS, tornando-o mais justo para os trabalhadores, o aumento real das pensões para os reformados, garantindo recuperação do poder de compra que lhes foi retirado pelo anterior governo e o descongelamento das carreiras dos trabalhadores do Estado, após sete anos de incumprimento dos seus contratos.

Os deputados da Juventude Socialista Ivan Gonçalves, Hugo Carvalho, João Torres e Diogo Leão apresentarão durante o próximo mês, em concertação com o Grupo Parlamentar do PS, várias propostas de alteração ao Orçamento do Estado e às Grandes Opções do Plano, no âmbito da sua discussão na especialidade na Assembleia da República.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019