1008

25 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Edite Estrela

Opinião

AUTOR

Carlos Fragateiro

DATA

23.10.2017

TÓPICOS

Portugal Vale a Pena

Parto da ideia de que Portugal é um país rico e aberto ao risco, às ideias e experiências, um país onde os diferentes se cruzam e se faz o novo. Assim aconteceu, na nossa história, com a Escola de Sagres e os Descobrimentos, com a reconstrução de Lisboa depois do terramoto, em 1755, com Pessoa que tem dentro dele todos os mundos do mundo, com a forma como uma língua, a portuguesa, foi ganhando mundo e integrando dentro dela os diferentes olhares e culturas do mundo. Assim acontece, hoje, com as canoas Nelo e os cafés Delta que, sem grande estardalhaço, mas com uma perspetiva inovadora, ganham mundo e tornam-se do mundo, assim acontece com a seleção nacional de futebol, com José Mourinho ou Cristiano Ronaldo, com o método de formação de treinadores da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, com Sisa Vieira ou Saramago. Assim acontecerá, no futuro, com o alargamento da Plataforma Continental, o que nos vai obrigar a voltar ao mar e a olhar e a estar no mundo duma forma inovadora e com futuro.

Portugal tem sentido e vale a pena, mas para contribuirmos para isso não basta acreditarmos e estarmos disponíveis, temos de ser atores principais desse processo de afirmação e fazer tudo para que, na nossa área de intervenção e no nosso lugar, esse país seja uma realidade. E para não nos perdermos, o melhor é sermos acompanhados das pessoas, projetos e práticas inspiradoras em que o nosso país foi e é extremamente rico e que constituirão o nosso quadro de referências, o nosso GPS. Sempre numa perspetiva de abertura aos outros e ao mundo, com a consciência de que hoje só é possível perceber o real se trabalharmos numa dimensão dupla: multidisciplinar e multilocal. E se os instrumentos multidisciplinares estão ao alcance de praticamente todo o mundo, Portugal tem dois dos instrumentos privilegiados para uma leitura multilocal da realidade: a Língua e o Mar. 

E desta língua vê-se o mar:

Carlos Fragateiro

AUTOR

Carlos Fragateiro

DATA

23.10.2017

TÓPICOS
Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019