828

21 Set 2018

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Conheça o OE2018
Projetar o futuro com confiança
AUTOR

Partido Socialista

DATA

16.10.2017

FOTOGRAFIA

DR

Projetar o futuro com confiança

“Um Orçamento para preservar e projetar o futuro com confiança e previsibilidade”, assim definiu o ministro das Finanças, Mário Centeno, o documento orçamental do país proposto pelo Governo.

 

Na apresentação pública da proposta do Orçamento do Estado para 2018, após a sua entrega na Assembleia da República, Mário Centeno destacou quatro dados que projetam uma trajetória inclusiva e sustentável de crescimento económico e emprego: o crescimento do Produto Interno Bruto em 2,2%, a redução da taxa de desemprego para 8,6%, a redução do défice orçamental para 1% do PIB e a redução da dívida pública para 123,5% do PIB.

O governante frisou que a proposta do Executivo mostra um orçamento “de rigor”, reduzindo o défice e a dívida públicas, e dando continuidade às medidas constantes nos orçamentos anteriores de reposição de rendimentos, de valorização do trabalho e da administração pública, promotoras do crescimento e da criação de emprego, em articulação com uma forte componente de apoios sociais.

 

Fatores de crescimento

O investimento público centrar-se-á na dinamização da competitividade, do crescimento e da coesão social, nomeadamente nas áreas de educação, saúde, mobilidade, infraestruturas e inovação tecnológica.

Mário Centeno sublinhou também a importância de prosseguir a melhoria das condições do mercado de trabalho, assinalando que 91% dos empregos criados em 2017 foram contratos sem termo certo e destacando o aumento da produtividade e o reforço salarial, assim como o aumento da competitividade nos ganhos de quotas de mercado pelas exportações portuguesas.

 

Previsibilidade e confiança

O Orçamento do Estado para 2018 terá também uma componente de reposição de rendimentos, tendo o ministro destacado a redução da carga fiscal através da alteração do número de escalões de IRS de cinco para sete.

A recapitalização das empresas e o aumento do investimento nos serviços públicos, na mobilidade e na habitação, nomeadamente, são ainda outros dos pilares da proposta orçamental para o próximo ano.

No campo do combate à pobreza e promoção da inclusão social, destaque para o reforço das prestações sociais em 1250 milhões de euros face ao ano anterior, sobretudo através do aumento das pensões de reforma em 900 milhões, mas também de outros apoios prestacionais.

Conheça aqui em detalhe todas as prioridades e medidas do OE2018.

 

AUTOR

Partido Socialista

DATA

16.10.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1411
Maio 2018