1003

14 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Autárquicas
PS é o maior partido autárquico no distrito do Porto
AUTOR

Partido Socialista

DATA

02.10.2017

FOTOGRAFIA

DR

PS é o maior partido autárquico no distrito do Porto

O candidato do PS à Câmara Municipal do Porto e presidente da Federação distrital socialista, Manuel Pizarro, manifestou-se este domingo orgulhoso pelo trabalho desenvolvido nesta campanha, em condições particularmente difíceis, destacando a “recuperação notável” no concelho e a afirmação do partido como a maior força autárquica no conjunto do distrito.

 

“Foi hoje o dia em que os portuenses foram às urnas e, como sempre aconteceu nesta cidade invicta, pátria de todas as liberdades, fizeram e escolheram o que o PS e eu próprio respeitamos em absoluto”, disse, saudando “todos os candidatos, sem exceção” e desejando “as maiores felicidades”.

Manuel Pizarro recordou que os socialistas estiveram no anterior Executivo sempre com “lealdade” e “competência”, o que teve um reconhecimento “inequívoco” pelos portuenses, assinalando também que “o PS travou esta batalha eleitoral em condições terríveis” e não esquece o que aconteceu.

“Não esquecemos o que aconteceu a 6 de maio, quando alguém, que não fomos nós, rompeu um acordo que estava estabelecido”, sublinhou, lamentando o discurso de acrimónia que voltou a ser repetido pela candidatura vencedora na cidade.

“É aliás esse reconhecimento que teve o resultado inequívoco nestas eleições”, sendo o PS o partido que tem “a maior subida em relação ao resultado anterior [alcançado em 2013]”, e mais ainda, apontou, “suplanta no Porto aquilo que foram os resultados nas legislativas de 2015”.

Manuel Pizarro prometeu que todos os eleitos pelo PS trabalharão nestes próximos quatro anos “com afinco e dedicação sem par, a favor do Porto”.

O socialista concluiu que “é nestes momentos, quando se ganha ou quando não se ganha, que ecoa em todos os espaços do PS a voz de Mário Soares”, quando afirmava “só é derrotado quem desiste de lutar”.

 

Liderança da Área Metropolitana

O também presidente da Federação distrital destacou, por outro lado, o “extraordinário resultado” obtido pelo partido no distrito, que “fica pintado a cor-de-rosa”, com o PS a tornar-se no “maior partido autárquico”.

Ladeado por Eduardo Vítor Rodrigues, reconduzido no município de Vila Nova de Gaia, e por Luísa Salgueiro, que conquistou a câmara de Matosinhos, Pizarro destacou as “vitórias extraordinárias” obtidas “em vários municípios que já eram de governação socialista”, mas também as vitórias do PS, “pela primeira vez na história da democracia”, nos concelhos do Marco de Canaveses e de Paredes, para além de ter também vencido no concelho de Felgueiras.

“No seu conjunto, este é um extraordinário resultado que não apenas torna o PS no maior partido autárquico do distrito do Porto, como, somando estas vitórias a vitórias alcançadas pelo PS noutros municípios da área metropolitana que não fazem parte do distrito do Porto, mas do distrito de Aveiro, fazem com que o PS, ao fim de 20 anos, recupere de forma inequívoca a liderança da Área Metropolitana do Porto”, sustentou.

Para o líder socialista do Porto, este resultado não só confirma que a estratégia definida pela distrital “de estabelecer um discurso regional e um discurso metropolitano terá sido percebida pela grande maioria dos cidadãos”, como é também um reflexo da governação socialista do país.

“O aumento da afluência dos eleitores às urnas, que é um dos grandes dados destas eleições, reflete, do nosso ponto de vista, um reencontro dos cidadãos com a política que deve muito à governação do PS e de António Costa e ao princípio - que é decisivo na vida política - que palavra dada é palavra honrada”, sustentou.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

02.10.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019