1003

14 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Portugal e Espanha
Requalificação da ponte do Guadiana vai aumentar fluxo turístico e económico
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

06.06.2017

FOTOGRAFIA

DR

Requalificação da ponte do Guadiana vai aumentar fluxo turístico e económico

O Governo português vai investir 9,3 milhões de euros na requalificação da ponte internacional sobre o rio Guadiana, anunciou o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, que defendeu que esta intervenção vai permitir melhorar a segurança e aumentar o fluxo turístico e económico, entre as duas regiões ibéricas.

 

A ligação entre o Algarve e a Andaluzia vão ficar mais segura e mais cómoda através da ponte internacional sobre o rio Guadiana, após a conclusão das obras de requalificação, orçadas em 9,3 milhões de euros, de parte do tabuleiro, dos tirantes e dos pavimentos, anunciou o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, na cerimónia de apresentação da empreitada, junto à fronteira entre Castro Marim e Ayamonte.

Para Pedro Marques, o Governo português, ao anunciar o início das obras de requalificação da ponte internacional sobre o rio Guadiana, cumpre “um dos desígnios” com que se comprometeu na última cimeira luso-espanhola de há uma semana, onde ficou estabelecido que o lançamento desta obra e a sua realização teria de se fazer entre este ano e 2018.

O governante português, que estava acompanhado pelos ministros espanhóis do Fomento, Inigo de la Serna, e do Emprego e Segurança Social, Fátima Bánez, teve ainda ocasião para relembrar as dificuldades que os dois territórios vizinhos sentiam nas suas relações económicas antes da existência da ponte, construída em 1991, quando apenas disponham de uma ligação por barco entre Vila Real de Santo António e Ayamonte.

 

Melhorar a circulação na 125

O ministro Pedro Marques abordou ainda um dos problemas que ultimamente mais têm afligido os automobilistas algarvios, garantindo que o Governo, até ao final do ano, vai iniciar um conjunto de intervenções para melhorar as condições de circulação na Estrada Nacional 125, considerada por muitos utentes como uma das vias rodoviárias mais perigosas em matéria de segurança de todo o país.

Neste sentido, como garantiu o ministro, está previso o arranque de três ou quatro intervenções muito concretas em pontos da EN 125 considerados mais perigosos ou problemáticos, como é o caso, designadamente, da travessia de Olhão, a zona de Almargem, em Tavira, e a da praia Verde, em Castro Marim.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019