1028

23 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

25 de Abril
Primeiro-ministro abre jardins de São Bento às comemorações de Abril
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

20.04.2017

FOTOGRAFIA

DR

Primeiro-ministro abre jardins de São Bento às comemorações de Abril

Os jardins da residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, vão estar abertos ao público, a partir das 14h30m, no próximo dia 25 de abril.

 

No próximo dia 25 de abril, quando se comemorar o 43º aniversário da Revolução dos Cravos, os jardins da residência oficial do primeiro-ministro, António Costa, estarão abertos ao público com entrada gratuita.

De entre as iniciativas agendadas para este dia, haverá uma homenagem ao poeta e militante socialista Manuel Alegre, a pretexto dos 50 anos da primeira edição do seu livro “O Canto e as Armas”, com a leitura de poemas, alguns lidos pelo próprio, de um livro que foi uma das mais importantes referências na luta dos democratas contra o Estado Novo.

A poesia será, aliás, um dos pontos altos das comemorações do 25 de abril no espaço verde da residência do primeiro-ministro, que contará, ao longo da tarde, com a leitura de outros poemas alusivos à liberdade por diversas personalidades da cultura e das artes.

Para além da poesia, haverá ainda oportunidade para a inauguração de uma escultura do artista plástico urbano Vhils, invocando os princípios da revolução, trabalho que ficará exposto de modo permanente nos jardins de São Bento e que poderá ser visitado gratuitamente todos os domingos.

As festividades contarão ainda, para além de espetáculos de teatro de marionetas e atuações musicais a cargo dos Cant’arte, das Cantadeiras do Redondo e da Banda Móvel, com alguns espaços para a criatividade ligada às artes plásticas com o projeto Lata 65 e a participação de Vhils.

A iniciativa não ficaria completa sem a projeção de pequenos vídeos sobre “O que é a revolução?”, “O que é a liberdade?” e “O que é a democracia?”, culminando o dia com um concerto interpretado por Jorge Palma, já no final da tarde.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

20.04.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019