1092

21 Nov 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Novembro em Lisboa
Portugal acolhe conferência de inovação social
AUTOR

Partido Socialista

DATA

31.03.2017

FOTOGRAFIA

JOrge Ferreira

Portugal acolhe conferência de inovação social

A ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, revelou hoje que Portugal vai acolher, a 27 e 28 de novembro, em Lisboa, uma conferência da Comissão Europeia sobre inovação social.

 

A governante, que falava à margem da 4ª Conferência “Inovação Social”, que decorreu em Vila Nova de Gaia, adiantou que o Executivo foi desafiado a ser anfitrião e a colaborar com a União Europeia neste evento, convite que “aceitou com muito gosto”.

“Ainda não posso dar muitos detalhes porque estamos a fechar o programa em colaboração com a União Europeia e a Fundação Calouste Gulbenkian. É uma conferência sobre inovação social da Comissão Europeia, que terá lugar nos dias 27 e 28 de novembro em Lisboa, sob o patrocínio do senhor comissário Carlos Moedas”, disse Maria Manuel Leitão Marques.

“A inovação tem de dialogar entre si. Há inovação no setor privado e hoje a inovação também é uma condição de relevância para o setor público. E também há inovação na forma como prestamos apoio social para os problemas velhos e para os novos e mais complexos que temos de enfrentar”, assinalou.

A ministra da Presidência referiu ainda que o Governo lança na segunda-feira uma das linhas de financiamento do programa Portugal Inovação Social, dedicada à capacitação, explicando tratar-se de uma vertente que poderá servir instituições com candidaturas sobre comunicação e marketing, competências digitais ou uso de novas tecnologias, entre outras áreas.

Maria Manuel Leitão Marques frisou que este programa está a abrir espaços a candidaturas por fases, tendo um total de 150 milhões de euros disponíveis e focando-se sobretudo no Norte, Centro e Alentejo.

Já durante a sua intervenção na conferência, a ministra salientara que o Portugal Inovação Social “é o primeiro programa dedicado a esta área criado por um Estado membro da União Europeia”, dirigindo um convite à sua utilização.

“O que vos peço é: usem-no. Temos ótimos exemplos de inovação social em Portugal, exemplos premiados a nível nacional e internacional. O Estado não pode responder isoladamente a todos os desafios. Temos de ter outras respostas de proximidade", sublinhou Maria Manuel leitão Marques, que exemplificou e descreveu diversos projetos nesta área.

“As atividades empresariais também podem ter impacto social ou atividades sociais podem ter impacto empresarial. Os problemas exigem que trabalhemos em colaboração. Muitos destes projetos estão a reconstruir um espirito de comunidade que se perdeu lá atrás”, referiu a governante.

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019