1066

15 Out 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Ensino Superior
Aprovação de bolsas vai ser mais rápida
AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.03.2017

FOTOGRAFIA

JOrge Ferreira

Aprovação de bolsas vai ser mais rápida

Os estudantes do ensino superior vão ficar dispensados de apresentar um pedido de renovação anual das bolsas já atribuídas, que passam a ficar contratualizadas a todo o período de grau ou de curso onde se inscrevem.

 

A medida foi ontem anunciada pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, estimando que deste modo o número de candidaturas para bolsa seja reduzido a 15 mil por ano, acelerando o processo de atribuição.

"Temos um sistema onde cerca de 94 mil estudantes se candidatam” às bolsas por ano, "incluindo todos aqueles que renovam os pedidos”, explicou o governante, à margem do evento “Conversas com Investigadores”, que decorreu no Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), no Porto.

“A minha proposta é que deixe de ser necessário a renovação e por isso vamos apenas reduzir para 15 mil o número de candidatos, o que vai acelerar muito o processo”, acrescentou.

Segundo Manuel Heitor, a medida tem como objetivo “melhorar a eficácia do sistema” de ação social no ensino superior, tendo já um calendário discutido com os estudantes no sentido de ser implementada no próximo ano letivo.

Salientando que a proposta tem sido acolhida “com muito interesse” pelos alunos, o ministro sublinhou que estabelece igualmente “uma relação de confiança nos estudantes e nas instituições, garantindo a corresponsabilização pela renovação dos processos”.

A medida, que tem vindo a ser apresentada aos diretores e aos presidentes dos politécnicos, será também debatida esta terça-feira no conselho de reitores

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019