1004

17 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Economia
Receitas turísticas atingiram recorde em 2016
AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

21.02.2017

FOTOGRAFIA

DR

Receitas turísticas atingiram recorde em 2016

As receitas do turismo tiveram em 2016 um crescimento de mais de 10 pontos percentuais em relação ao ano transato, ascendendo a 12,680 mil milhões de euros, segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal.

 

Estes resultados, que representam o maior crescimento absoluto dos últimos dez anos, significam mais 10,7% face ao ano de 2015 e mais de 1,2 mil milhões de euros.

Contra todas as expetativas, os meses nos quais se verificam maiores subidas foram, outubro, novembro e dezembro, respetivamente com 10,3%, 10,8% e 10,7%, contrariando assim o que até aqui era o mais usual em Portugal, com os meses de verão, junho, julho e agosto, a terem a primazia na procura turística.

Segundo a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, fica assim provado que a forte aposta que o Governo tem vindo a fazer no setor do turismo “está a dar resultados positivos”, um êxito, como sublinha a governante, que fica igualmente demonstrado com o saldo positivo da balança turística onde se verifica um crescimento de 12,7%, atingindo os 8,8 mil milhões de euro.

O ano de 2016 fica também assinalado por terem sido, pela primeira vez, os turistas franceses os que mais gastaram em Portugal, cerca de 2,277 mil milhões de euros, seguidos pelos turistas do Reino Unido, com 2,267 mil milhões de euros e os espanhóis que gastaram perto de 1,600 milhões de euros.

Como refere ainda Ana Mendes Godinho, no que é acompanhada pelos dados do Banco de Portugal, em percentagem de crescimento da procura turística, os três primeiros da tabela são a Alemanha, com 17,6%, seguida da Itália, com 17,2% e da Irlanda, com 16%, números que, se por um lado, vêm confirmar que em “10 anos o país duplicou as suas receitas turísticas”, por outro “refletem o dinamismo da atividade turística e a capacidade de Portugal de crescer mais em valor”, ficando provado, como salientou a governante, que os turistas que “nos visitam estão a gastar mais no destino Portugal”.

AUTOR

Rui Solano de Almeida

DATA

21.02.2017

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019