865

15 Nov 2018

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Mensagem do PR
PS congratula-se com clima de serenidade e paz social e aponta aos desafios para 2017
AUTOR

Partido Socialista

DATA

03.01.2017

FOTOGRAFIA

Partido Socialista

PS congratula-se com clima de serenidade e paz social e aponta aos desafios para 2017

O Partido Socialista saudou a determinação manifestada pelo Presidente da República, na mensagem de ano novo que o chefe de Estado dirigiu ao país, no sentido de contribuir para um clima de serenidade e paz social, “tão importante para que nos mobilizemos todos, para fazer de 2017 mais um ano de trabalho consequente pelo progresso e desenvolvimento do país, cujos frutos sejam justamente partilhados por todos”.

 

"O PS tem perfeita consciência de que 2016 não foi um ano em que por milagre tivéssemos resolvido todos os problemas do país, temos de continuar e a mensagem do senhor Presidente da República sublinha essa continuidade, as condições para essa continuidade”, sublinhou o secretário nacional Porfírio Silva, acrescentando, neste sentido, que “o PS está firmemente empenhado em acompanhar a mensagem do senhor Presidente da República”.

O dirigente do PS sustentou que no ano que agora se inicia, é necessário “continuar a dar passos na construção de uma sociedade decente, onde uma economia melhor vá de par com a melhor garantia dos direitos dos cidadãos, onde empresas mais fortes sejam sinónimo de melhores empregos” e onde se faça mais “pelo combate às desigualdades injustas e pela erradicação da pobreza”.

“Vemos na atitude positiva do Presidente da República um contributo e um incentivo”, reforçou.

Porfírio Silva salientou que o PS valoriza particularmente o contributo do Presidente da República para a “coesão nacional” e a partilha “de valores fundamentais, comuns a todos os portugueses”. Essa coesão, destacou, “é perfeitamente compatível com a pluralidade de propostas, própria de uma democracia, e assim a valorizamos”.

Aludindo às palavras do novo secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, que no dia em que iniciou o seu mandato dirigiu a toda a comunidade internacional um apelo à paz e à responsabilidade comum pela sua construção, o dirigente socialista considerou que essa mensagem reflete um exemplo que deve servir de inspiração.

“São palavras que expressam o melhor que Portugal tem dado ao Mundo. O PS revê-se nessas palavras e encara a mensagem do Presidente da República como sintonizada com este empenhamento numa paz concreta, que é aspiração da generalidade dos nossos concidadãos”, concluiu.

 

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1411
Maio 2018