1026

19 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Europa
PS e Governo saúdam rejeição do populismo na Áustria
AUTOR

Partido Socialista

DATA

05.12.2016

FOTOGRAFIA

DR

PS e Governo saúdam rejeição do populismo na Áustria

O Partido Socialista congratulou-se com o resultado das eleições presidenciais na Áustria, que deram a vitória ao candidato independente Alexander Van der Bellen, considerando, em nota oficial, que os eleitores austríacos, ao derrotarem nas urnas o candidato da extrema-direita, deram um sinal claro de rejeição às “propostas políticas baseadas no populismo e na intolerância”.

 

O voto de congratulação foi igualmente acompanhado pelo ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, que destacou o alinhamento do novo Presidente austríaco “com o projeto da democracia liberal e com o projeto europeu".

“O novo Presidente eleito é uma personalidade independente que se situa bem no espaço democrático europeu e que fez da defesa da Europa como um projeto comum e da defesa da democracia liberal o seu programa essencial nas presidenciais”, sublinhou o chefe da diplomacia portuguesa.

Assinalando que no espaço europeu “são mesmo muitos milhões os que são a favor do Estado de Direito, da democracia liberal, do projeto europeu, da convivência pacífica de diferentes povos, religiões, etnias e migrações”, o governante português defendeu a importância de “agir no sentido de essa sua grande plataforma comum recuperar a influência dominante que teve na Europa e de que a Europa precisa”.

 

Partido Socialista tem dado exemplo na Europa

Augusto Santos Silva notou que o Partido Socialista em Portugal “tem dado um belo exemplo, também na Europa e no Mundo, de como é possível desenvolver uma plataforma política, que ninguém duvida que é europeia, democrático-liberal e de centro-esquerda, comprometida com emprego, crescimento económico e igualdade social”.

Recordando que o contexto e as condições políticas “não eram fáceis", o PS “teve a sabedoria de encontrar uma solução de governação que é sólida, é robusta, é coerente e é pró-europeia e pró-democrática”, salientou.

Os eleitores austríacos escolheram este domingo o seu novo Presidente, Alexander Van der Bellen, que fez questão de afirmar que a sua vitória demonstra que “é possível ganhar eleições com uma mensagem pró-europeia”.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

05.12.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019