1091

20 Nov 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

António Costa
Portugal espera que Itália mantenha participação ativa no projeto europeu
AUTOR

Partido Socialista

DATA

05.12.2016

FOTOGRAFIA

DR

Portugal espera que Itália mantenha participação ativa no projeto europeu

O primeiro-ministro português, António Costa, manifestou hoje o desejo de que a “decisão lúcida e muito corajosa” tomada pelo chefe de Governo italiano, Matteo Renzi, que se demitiu na sequência do referendo constitucional realizado no domingo, não impeça a continuidade da sua “participação ativa” no projeto europeu, tendo sublinhado o papel histórico da Itália como “um dos grandes motores” da construção da comunidade europeia.

 

António Costa disse esperar que a Itália saiba reencontrar rapidamente a estabilidade política necessária, “para continuar a ser um dos grandes motores do projeto europeu como tem sido desde a sua fundação”, enaltecendo as qualidades pessoais e políticas de Renzi.

“Tem muito a dar, é uma força de energia, de criatividade, de combatividade que fará muita falta à Europa se se retirar do Conselho Europeu”, referiu.

O chefe do Governo português apontou ainda para a necessidade dos líderes europeus saberem dar resposta ao “enorme descontentamento” das pessoas relativamente ao funcionamento da Europa, considerando, neste aspeto, que a Comissão Europeia e o seu presidente, Jean-Claude Juncker, “têm tido iniciativas muito importantes”, a que importa dar seguimento.

“A nova comunicação que fizeram agora sobre política orçamental é mais um passo importante, mas é essencial que ao nível do Conselho haja uma maioria também que ajude a Comissão Europeia a levar para a frente esta inversão de política”, salientou.

 

Europa mais forte e solidária

Também o Partido Socialista, em nota oficial, partilhou o desejo de que a Itália ultrapasse rapidamente a crise política decorrente da demissão de Matteo Renzi e mantenha o seu empenho no projeto de construção europeia, de que é país fundador.

“O Partido Socialista sublinha a importância de a Itália, país fundador da União Europeia, continuar a dar o seu contributo ativo para o projeto de construção europeia”, mantendo “o seu empenho na promoção de uma Europa mais forte e solidária”, afirma o voto do PS.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

05.12.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019