865

15 Nov 2018

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Carlos César
Resultados das presidenciais nos EUA devem ser avaliados com precaução e em salvaguarda dos interesses portugueses
AUTOR

Partido Socialista

DATA

10.11.2016

FOTOGRAFIA

DR

Resultados das presidenciais nos EUA devem ser avaliados com precaução e em salvaguarda dos interesses portugueses

O presidente do Partido Socialista, Carlos César, considerou que os resultados das eleições presidenciais dos Estados Unidos da América (EUA) devem ser avaliados com “a maior precaução”, tendo sempre presente a salvaguarda dos interesses portugueses e da relação estratégica entre os dois países.

 

Comentando em Ponta Delgada o resultado eleitoral de terça-feira nos EUA, Carlos César recordou que Donald Trump, o presidente eleito, proferiu ao longo da campanha eleitoral afirmações “num sentido e no seu contrário” e que o “seu próprio discurso, depois de consumada a sua eleição, não é convergente com boa parte dos discursos que fez ao longo da campanha”, assinalando que “a grande nota para já é de imprevisibilidade”.

Por isso, referiu o presidente do PS, “o que se deve acautelar e o que se deve aconselhar à diplomacia europeia, à diplomacia portuguesa e aos governos é o de termos exatamente o cuidado na interpretação daquilo que essa Presidência nova nos Estados Unidos poderá fazer no próximo futuro”.

Carlos César sublinhou que “esse cuidado deve visar salvaguardar uma relação que é estratégica, que é essencial no plano internacional e que pode e deve ser cuidada do ponto de vista dos interesses portugueses, em particular na vertente Atlântica”, destacando, neste aspeto, a presença norte-americana na Região Autónoma.

“Os Estados Unidos são, indiscutivelmente, um parceiro económico, político, estratégico da União Europeia em geral, do país em particular e da Região Autónoma dos Açores para os interesses que estão em presença, no caso da base das Lajes”, defendeu o antigo presidente do Governo Regional dos Açores.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

10.11.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1411
Maio 2018