1034

31 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Comício de encerramento
Vasco Cordeiro apela ao voto no PS para dar mais força aos Açores e à Autonomia
AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.10.2016

FOTOGRAFIA

DR

Vasco Cordeiro apela ao voto no PS para dar mais força aos Açores e à Autonomia

O presidente do PS/Açores apelou, esta quinta-feira, à mobilização de todos os açorianos para votar no Partido Socialista no próximo domingo, porque isso é “dar mais força aos Açores e à nossa Autonomia”. Vasco Cordeiro falava perante milhares de apoiantes que encheram o pavilhão da Associação Agrícola de São Miguel, em Rabo de Peixe, no comício de encerramento da campanha para as eleições legislativas regionais.

 

O líder dos socialistas açorianos agradeceu esta “grande manifestação de apoio e de incentivo ao projeto do PS”, que classificou como “uma grande celebração da liberdade, da democracia e da nossa Autonomia”.

Referindo-se a esta campanha eleitoral, Vasco Cordeiro manifestou-se “orgulhoso desta caminhada que fizemos, neste projeto, nesta equipa de açorianos de todas as ilhas, no espírito com que conduzimos esta campanha eleitoral”, realçando que “foi muito para além de uma campanha partidária”, tendo sido um “trabalho de esclarecimento, de construção das melhores soluções para o futuro dos Açores”.

Vasco Cordeiro frisou que “ao contrário do que outros fizeram, os socialistas puxaram os Açores para cima, acreditando nos Açores e nos açorianos, na nossa capacidade de trabalho, de resistir às adversidades, de acreditar que por maior que seja o desafio, que por mais alto que seja o obstáculo, nós havemos de o ultrapassar, nós havemos de o vencer”, e considerando que isso “não é falta de consciência ou de humildade”.

“Na promoção do sucesso escolar ou na qualificação dos açorianos, no jovem açoriano que procura o seu primeiro emprego ou no açoriano que está à procura de um emprego, na saúde, nas listas de espera, naqueles que estão numa situação de maior fragilidade social, o PS não vê um pretexto para puxar os Açores para baixo. Vê sim, com cada vez mais trabalho, com cada vez mais ambição, com cada vez mais empenho, uma oportunidade de puxar os Açores para cima”, frisou.

Vasco Cordeiro sublinhou que foi por isso que, nesta campanha, se assistiu a “uma onda crescente de apoio, de incentivo, de confiança e de esperança no projeto do PS” que “congrega, que une, que chama todos, socialistas e não socialistas, a este amplo movimento que o PS lidera, neste magnífico combate pelo futuro dos Açores e dos açorianos”.

O presidente do PS/Açores reforçou o apelo à mobilização e ao voto de todos os açorianos, para que o Partido Socialista “continue a ser, como tem sido, o partido da estabilidade, da segurança, da confiança, o partido que coloca os Açores acima de tudo, que dá mais força também à Autonomia”.

 

“Aqui mora o melhor PS de Portugal”

Também presente no comício de encerramento da campanha socialista, Carlos César elogiou a ação do Executivo liderado por Vasco Cordeiro na atual legislatura, sublinhando que “os açorianos sabem que quem soube nestes últimos quatro anos fazer o mais difícil e ultrapassar as maiores dificuldades, melhor o fará melhor nos próximos quatro anos”.

“É preciso fazer o que ainda não foi feito, ajudar quem ainda necessita, dar mais folgo à nossa economia, mais força à autonomia e será com Vasco Cordeiro e com o Partido Socialista” que esses objetivos serão alcançados, afirmou.

Na sua qualidade de presidente do partido, Carlos César transmitiu a todos os presentes “uma saudação do Partido Socialista e do Secretário-geral e primeiro-ministro, António Costa”, num momento muito aplaudido, tal como sucedeu na calorosa saudação a António Guterres, recém-eleito secretário-geral das Nações Unidas, “um grande português e um grande amigo dos Açores”.

O antigo presidente do Governo regional sublinhou depois que o Orçamento do Estado para 2017, tal como aconteceu em 2016, voltará “a defender, a honrar e a valorizar a luta dos açorianos por mais condições de vida”.

“Os desafios com que nos confrontamos são o de rapidamente ultrapassarmos os problemas que a crise europeia, que a crise nacional e que a governação PSD/CDS nos trouxe nos últimos quatro anos e temo-lo feito bem, protegendo as nossas famílias, protegendo os nossos jovens, reanimando as nossas empresas e criando empregos seguros”, assinalou.

Lembrando que foi há precisamente 20 anos que o PS conquistou a confiança dos açorianos para governar a região, Carlos César terminou a sua intervenção citando o açoriano Medeiros Ferreira: “Aqui mora o melhor PS de Portugal”.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

14.10.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019