1003

14 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Eleições nos Açores
Vasco Cordeiro anuncia programa inovador para promover emprego mais seguro
AUTOR

Partido Socialista

DATA

13.10.2016

FOTOGRAFIA

DR

Vasco Cordeiro anuncia programa inovador para promover emprego mais seguro

O presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro, anunciou ontem, em São Miguel, a criação de um programa de apoio à conversão de contratos de trabalho a prazo em definitivos, a levar a cabo na próxima legislatura, com o objetivo de reforçar o combate à precariedade laboral e promover “emprego mais seguro e melhor remunerado”.

 

Num jantar comício na Povoação, ilha de São Miguel, o líder socialista açoriano afirmou que o reforço do combate à precariedade laboral é um dos instrumentos prioritários que o PS quer colocar em prática no próximo ciclo governativo na região, por forma a melhorar “a situação dos trabalhadores, da economia, das famílias e das empresas dos Açores”.

Vasco Cordeiro realçou os resultados conseguidos pela Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial na corrente legislatura, referindo-se à diminuição da taxa de desemprego de 18% em 2014 para 11% em 2016, salientando que a região tem o mais baixo número de desempregados inscritos nas agências de emprego desde 2011, com um aumento das ofertas de emprego superior a 200%, quando comparados os meses de agosto de 2015 e 2016.

Indicadores que têm vindo a seguir uma evolução positiva mas que deixam o presidente dos socialistas açorianos ainda inconformado, assumindo o compromisso de continuar a lutar pela “criação de um emprego mais seguro, menos precário e melhor remunerado”. Vasco Cordeiro salientou ainda, em articulação com este programa, a aposta na qualificação dos trabalhadores açorianos, visando aumentar a sua empregabilidade.

Na sua intervenção, Vasco Cordeiro sublinhou que o atual Executivo açoriano “tudo fez para honrar os compromissos assumidos para com os povoacenses”, dando como exemplos os projetos para a ligação entre as Furnas e a Povoação, e da intervenção no Porto da Ribeira Quente, ou as recentes melhorias na Escola da Povoação, tendo ainda anunciado a proposta de criação de um Plano Integrado para o Vale das Furnas, de forma a “valorizar os recursos hídricos daquela que é uma das maiores hidrópoles do mundo”.

“O concelho da Povoação tem potencialidades, em especial no Vale das Furnas, no âmbito do turismo de bem-estar. É preciso rentabilizar aquele que é um recurso próprio, para se poder definir as medidas que possam ajudar na criação de riqueza e de emprego”, preconizou o líder do PS/Açores, Vasco Cordeiro.

 

Sectores tecnológicos e tradicionais estão a criar emprego nos Açores

Antes, o presidente do PS/Açores deslocara-se ao Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel – Nonagon, onde visitou várias empresas, salientando que o crescimento do emprego verificado nos últimos quatro anos tem sido visível, quer através das novas empresas de base tecnológica quer através de sectores mais tradicionais, como a agroindústria.

Vasco Cordeiro realçou a aposta estratégica que o Governo dos Açores tem feito no âmbito das novas tecnologias, “não apenas com o apoio de infraestruturas como o Nonagon ou o Parque de Ciências e Tecnologia da Ilha Terceira, que está em construção”, mas também através de um conjunto de programas e de incentivos, como é o caso do Competir+ ou o Empreendejovem”, que “estão colocados em prática e que estão a produzir resultados do ponto de vista da criação de emprego e de riqueza”.

Por outro lado, o líder socialista salientou igualmente o “potencial imenso do ponto de vista da criação de emprego e da criação de riqueza” nos sectores mais tradicionais, como a agricultura, revelando que a estratégia para os próximos quatro anos passará “valorizar os produtos mais tradicionais”, nomeadamente através da “criação de um programa específico dirigido à agroindústria, de forma a reforçar a sua capacidade de penetração em mercados externos”.

Quanto ao sector turístico, Vasco Cordeiro considera que “existe alguma margem para o crescimento”, defendendo que o seu desenvolvimento “tem muito a ver com a reforma das acessibilidades aéreas, proposta, negociada e concretizada pelo Governo Regional do PS”.

“A rentabilidade do nosso destino turístico não se deve alicerçar apenas nesta questão de termos mais e mais turistas, mas na criação de valor, em termos do turismo que oferecemos. Os principais desafios do setor passam por uma qualificação contínua e reforçada da qualidade do produto turístico e dos serviços com ele relacionados, mas também pela sustentabilidade, seja ela a nível económico, social, ambiental e na área do emprego”, sintetizou Vasco Cordeiro.

AUTOR

Partido Socialista

DATA

13.10.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019