1026

19 Jul 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Administração Pública
Governo cria laboratório de experimentação para melhorar serviços
AUTOR

Mary Rodrigues

DATA

12.10.2016

FOTOGRAFIA

DR

Governo cria laboratório de experimentação para melhorar serviços

Para servir de incubadora para projetos inovadores que possam ser aplicados na Administração Pública foi concebido o Laboratório de Experimentação da Administração Pública (LabX).

 

O LabX vai contar com uma equipa de quatro pessoas e, de acordo com o gabinete da ministra da Presidência e da Modernização Administrativo, a tutela vai encetar de imediato o processo de recrutamento dos elementos que a vão compor.

Os perfis dos membros deste Laboratório de Experimentação da Administração Pública deverão incluir formação em sociologia/antropologia, design de serviços, gestão de projetos e experiência na Administração Pública e ainda em design de serviços.

No primeiro ano de atividade, o LabX estará localizado nas instalações da Imprensa Nacional Casa da Moeda, em Lisboa.

Este novo laboratório destina-se, segundo explicou Maria Manuela Leitão Marques, à “conceção e teste de novas soluções que melhorem os serviços públicos e o dia-a-dia dos cidadãos e das empresas”.

Ainda de acordo com as informações avançadas pela ministra da Presidência e da Modernização Administrativo, o laboratório será um espaço aberto que irá trabalhar em colaboração com os utentes dos serviços, funcionários e dirigentes da Administração Pública e com a comunidade científica e empresarial, permitindo "experimentar para melhorar".

A equipa do LabX vai ser coordenada pelo gabinete da ministra, “sendo o suporte administrativo e financeiro assegurado pela Agência para a Modernização Administrativa”.

Refira-se que o LabX é um dos pilares da política de promoção de inovação no setor público e que o Governo do PS pretende reiniciar o processo, interrompido em 2011, de desenvolvimento de um ambiente de inovação permanente no setor público.

“Este não é o primeiro laboratório do género do mundo”, avisa a tutela, que fez “um vasto conjunto de contactos e de visitas” para preparar o seu lançamento", entre os quais o primeiro criado no mundo (MINDLAB da Dinamarca) e o SuperPublic (França).

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019