1004

17 Jun 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Dia Mundial da Ajuda Humanitária
São precisas soluções concretas e globais para a crise dos refugiados
AUTOR

J. C. C. B.

DATA

19.08.2016

FOTOGRAFIA

ONU

São precisas soluções concretas e globais para a crise dos refugiados

Comemora-se hoje o Dia Mundial da Ajuda Humanitária, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em homenagem aos trabalhadores humanitários que perderam a vida no exercício das suas funções, com a crise dos refugiados como pano de fundo.

 

A Plataforma Portuguesa das ONGD, que tem como diretor executivo Pedro Cruz, decidiu assinalar a data destacando a crise dos refugiados e reafirmando o compromisso das ONGD com o trabalho humanitário em todo o mundo.

Segundo Pedro Cruz, num artigo de opinião publicado no “Público” on-line, “a Plataforma Portuguesa das ONGD considera que, apesar do trabalho qualificado realizado pelos trabalhadores humanitários em todo o mundo, no qual participam várias ONGD portuguesas, a sua intervenção não é obviamente suficiente. As decisões políticas tomadas ao nível das estruturas supra nacionais e pelos governos de cada país são uma peça crucial no puzzle da intervenção humanitária”

“Importa pensar em soluções globais para os inúmeros problemas globais, sejam eles conflitos, desastres naturais ou crises financeiras”.

A Plataforma Portuguesa das ONGD enaltece a intervenção de várias ONGD portuguesas na resolução da crise dos refugiados, no acolhimento e acompanhamento dos refugiados, na prestação de cuidados em locais afetados por crises humanitárias, quer na prevenção de crises humanitárias em outras geografias.

Contudo, refere Pedro Cruz, a Plataforma Portuguesa das ONGD considera que este trabalho é apenas uma parte da solução e aproveita o Dia Mundial da Ajuda Humanitária para solicitar que Portugal, bem como todos os países do Mundo, se unam na procura de soluções concretas para resolver a crise dos refugiados e outras crises humanitárias”.

AUTOR

J. C. C. B.

DATA

19.08.2016

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1413
Maio 2019