1091

20 Nov 2019

| diretora: Edite Estrela

EDIÇÃO DIGITAL DIÁRIA DO ÓRGÃO OFICIAL INFORMATIVO DO PARTIDO SOCIALISTA

Jornadas Parlamentares
Mais investimento e mais inclusão
AUTOR

Castelo Branco/André Salgado

DATA

11.03.2015

FOTOGRAFIA

PS

Mais investimento e mais inclusão

O Partido Socialista realiza, sexta-feira e sábado, em Gaia, as suas jornadas parlamentares, subordinadas ao tema “Crescer com as Pessoas. Mais Investimento. Mais Inclusão”, que contarão com a presença do Secretário-geral, António Costa.

 

A coesão social e o investimento são os temas-chave escolhidos pelo PS para estas jornadas, em que participarão representantes da sociedade civil, com trabalho reconhecido nestas áreas.

Um dos painéis em discussão terá como tema “Valorizar as Pessoas: Reforçar a Coesão Social e Investir no Futuro”, sendo oradores convidados o professor universitário e ex-ministro socialista Augusto Santos Silva, a presidente da Associação dos Profissionais de Serviço Social, Fernanda Rodrigues, o presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, padre Lino Maia, e a economista Palmira Macedo.

“Uma das consequências mais dramáticas e inaceitáveis da austeridade expansionista, que resume o essencial da estratégia do atual Governo na resposta à crise, é o aumento da pobreza em Portugal para níveis que nos fazem recuar aos anos 80”, frisa Sónia Ferturzinhos, coordenadora do painel que estará em debate no primeiro dia de trabalhos.

“O PS ao dar prioridade política a este tema nas suas jornadas parlamentares, como o tinha feito nas propostas que apresentou aquando a discussão do Orçamento de Estado para 2015, dá um sinal muito claro sobre a urgência de travar o aumento da pobreza”, sublinha a vice-presidente da bancada socialista.

Segundo Sónia Fertuzinhos, “os últimos dados da pobreza, que se agravam face aos dados de 2012 que já eram inaceitáveis, provam o falhanço absoluto da teoria da ética na austeridade que o Governo procurou vender desde que entrou em funções. A pobreza aumentou em todos os grupos, sendo as crianças e as famílias com filhos as mais atingidas, e os mais pobres estão hoje ainda mais pobres. Ao mesmo tempo que a pobreza aumentou, também aumentaram as desigualdades: os 10% mais ricos têm 11,1% do rendimento dos 10% mais pobres”.

A deputada considera ainda que “o Governo desvalorizou e desvaloriza o aumento da pobreza e das desigualdades”, acrescentando que “o PS tem como uma das suas prioridades travar o aumento da pobreza e das desigualdades na defesa dos direitos sociais mas também na defesa de uma estratégia de resposta à crise que assenta na promoção do crescimento económico”.

No segundo dia de trabalhos, sob coordenação do vice-presidente parlamentar Pedro Nuno Santos, será debatido o tema “Investir: Recuperar e Modernizar a Economia. Oportunidades no Quadro Europeu”, num painel que contará com a participação do vice-presidente da CIP, António Barros, do diretor da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, Paulo Vaz, do empresário José Manuel Fernandes e da eurodeputada Elisa Ferreira.

As jornadas parlamentares terão início sexta-feira, pelas 15h00, encerrando com a intervenção do secretário-geral, António Costa, no sábado, às 12h30. Na manhã de sexta-feira, o líder socialista irá apresentar cumprimentos ao presidente da câmara municipal de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, visitando, em seguida, a Inovagaia e a creche Cercigaia.

Ver aqui o programa.

AUTOR

Castelo Branco/André Salgado

DATA

11.03.2015

Capa Edição Papel
 
EDIÇÃO Nº1414
Agosto 2019